O musico mineiro Renato Barushi lançou em 2017 o segundo álbum solo, “Remendos”. Que é o nome da faixa número um do disco, também refere a um pedaço de si entregue por cada artista que o ajuda a construir sua identidade. Gravado em Belo Horizonte - MG, com passagem por Buenos Aires - ARG. O disco contou com uma equipe formada por profissionais de diversos seguimentos.

A começar por quatro artistas plásticos, todos com olhares e técnicas distintas, transformando o cd em uma verdadeira obra de arte, são eles; Emerson Morais (desenho digital), Leandro Silveira (carvão), Renatta Barbosa (montagem) e Fabiano Banna (desenho a lápis), a arte da capa.

Após doze anos trabalhando com música em BH, Renato conseguiu gravar o seu primeiro álbum solo, “Renato & O Mercado”, 2012, livre de rótulos, agregou ‘produtos’ dos mais variados ramos, que foi realizado com recursos do próprio artista, e de forma totalmente independente. O Mercado contou com a participação do rapper Lil’Dawg, na faixa “Filme em Cartaz”. O disco foi pré-selecionado no “23º Prêmio Da Música Brasileira”.

Foi quando Barushi retornou para sua cidade natal, Cataguases – MG, após 15 anos em BH. Lá produziu dois clipes, “Sem Reparo”, 2013, seguido do clipe animado, “O Mar Gelou O Deserto”, 2014. No ano seguinte, começou o projeto “Remendos”, finalizado somente no segundo semestre de 2016, e só prensado e lançado oficialmente em 2017, mesmo ano que foi finalista pela primeira vez no “Prêmio Profissionais da Música”, em 2017, na categoria “artista rock”, em 2018 foi finalista novamente na mesma categoria.

Trata-se de um trabalho visceral e com letras fortes, que demonstram uma parte importante da essência do artista. Com uma proposta de sonoridade, Barushi convidou a nova formação da banda “Maitá” para as gravações, composta por Paulo Maitá (produção musical, baixo e mixagem); Flávio Monterrey (bateria); Magal (guitarra e violão de aço); e Daniel Diniz (teclado). Que também conta com as participações do guitarrista argentino, Daniel Squillace Sanmartin, nas faixas “Remendos” e “Sem Vergonha”. E a intérprete paulista, Angélica Diniz, na canção “Tio Sã”. Robson Pitchier, é um de seus maiores parceiros de composição, junto com Renato, assina grande parte das canções de ambos os discos.

O resultado dessa entrega e determinação você encontrará em seus projetos e espetáculos!

show more
-
166 tipped
152PPP
plays
Posts
Renato Barushi replied on Ruínas  2 years ago
 
Muito obrigado!
Renato Barushi on Mais Um Pouco  2 years ago
 
New release!
Renato Barushi on Ruínas  2 years ago
 
New release!
Renato Barushi on Auto Ajuda  2 years ago
 
New release!
Renato Barushi on Lucidez  2 years ago
 
New release!
New release!
Renato Barushi on De Repente Fez  2 years ago
 
New release!
Renato Barushi on $tatu$  2 years ago
 
New release!
Renato Barushi on O Que Levar  2 years ago
 
New release!
Renato Barushi on Sem Vergonha  2 years ago
 
New release!
Renato Barushi on Remendos  3 years ago
 
[New Release] Voz: Renato Barushi Baixo: Paulo Maitá Guitarra: Magal Bateria: Flávio Monterrey Produção Musical e Mixagem: Paulo Maitá Composição...
Releases by Renato Barushi
PLAY ALL
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop / Groove
Eu quero você comigo E quero ser seu abrigo Eu quero te dar carinho E compartilhar o por do sol no mar Quando ela chorava, ele só mentia Ela pedia, ele exigia Enquanto a morte não os separe Enquanto esse amor não se declare Ela esperava que ele mudasse Ele mudava o que já tinha sido Ele bebia e ela trabalhava Ela sentia e ele nem ligava A sua sorte esta chegando ao fim Você perdeu o que ela sempre quis A sua sorte já chegou ao fim Eu quero tudo que ela sempre quis Eu quero você comigo E quero ser seu abrigo Eu quero te dar carinho E compartilhar o por do sol no mar Tenho plena consciência, sou guerreiro em sobrenome E não a perco de vista E como toda correnteza Atravesso as barreiras, as maneiras, as represas Pois é isto que é a vida, são momentos e corrida E aproveito cada instante Agora tenho a flor que escondera em sua vida Que completa e alegra a minha A sua sorte já chegou ao fim Eu quero tudo que ela sempre quis A sua sorte esta chegando ao fim Você perdeu o que ela sempre quis Eu quero você comigo E quero ser seu abrigo Eu quero te dar carinho E compartilhar o por do sol no mar
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop
Já posso enxergar, to chegando em meu lugar Bem fácil entender, logo penso em você Estou ouvindo um som conhecido, difícil de esquecer Um rock, um pub é onde eu vou lembrar você Não tenha pressa, nada mais me interessa A noite em festa e o prazer é uma promessa Você ao lado, um vinho e um estado de viver No horizonte é onde eu vou amar você Uma lembrança pra nunca acabar E uma razão pra não te deixar Quando a vi descobri o meu lugar Onde sempre vou ficar Na, na, na, na na... Vou ficar! Na, na, na, na na... Vou ficar!
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop
Cara limpa, sem montagem Boa pinta, malandragem Tira uma de bom moço E aproveita enquanto novo Se acha safo, inteligente Muito bom em quase tudo Assassina sua essência Aproxima do obscuro Um vício, e estará por um fio Um tiro, não estará mais seguro Desvio de caráter não te deixa mais rico Larga de ser malandro e vai fazer um bico Ele pensa que está vivo Trepa, come, bebe, dorme Teu dinheiro é um vício Quando não consome morre Um vício, e estará por um fio Um tiro, não estará mais seguro Desvio de caráter não te deixa mais rico Larga de ser malandro e vai fazer um bico
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop / MPB
O mar gelou o deserto O céu choveu só insetos Eu fico aqui parado, Sentado ao lado da vida que não deu certo O peixe morre afogado Céu com estrelas é raro O que subia, não desce Já nasce podre, nem amadurece Eu choro a chuva, espero a noite cair Eu chamo a chuva, eu choro a chuva Eu sopro o vento, eu sofro um tempo sem fim Passando pela minha cabeça Te amava em meio a natureza
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie
Você tem dois minutos pra desafiar a morte Seu tempo acabou, você brincou com a sorte Aonde você vai se esconder O jogo acabou Você ganhava tudo E tudo sem valor O preço da cabeça ficou caro A fonte já não jorra mais E não tem mais reparo Nada te satisfaz... Vai pagar pelo que fez Chegou sua vez
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop / Groove
Aconteceu em março Foi quando tive um lapso Tornar-te minha musa e me perder Seu nome em samba enredo Dizendo, não te esqueço Fazer-te minha rainha e ter você Terei que me esforçar, Tentar lhe convencer Que no exato momento sou o melhor pra você E os meus olhos holofotes que a seguiam Suas curvas, um perigo e as carícias Unhas que me arranhão e que passo mal Na boca o beijo e o seu bote fatal Um bote fatal, talvez não faça mal, Não tem nada igual, nada igual, nada igual Um cara normal, dizendo o que for legal Dizendo o que for legal, um cara normal Um cara normal
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop / Rap
E como um filme em cartaz E quem ficar pra trás talvez nem tenha final E como um filme em cartaz E quem ficar pra trás será mais um no jornal Abaixe essa arma agora! Antes que a paz se envergonhe e vá embora Antes que a morte se engane com a hora Antes que a vida deixe de existir lá fora Abaixe essa arma agora! Antes que a consciência caia em tuas mãos Antes que a perda seja exposta aos teus pés Antes que a terra enterre outro coração E como um filme em cartaz E quem ficar pra trás talvez nem tenha final E como um filme em cartaz E quem ficar pra trás será mais um no jornal As you know violence begets more violence Don't worry 'bout paybacks stop zappin' ya gotta dance (A violência sem igual) I can't wait the time when I'll turn my TV on And all I see is happy people like nuttin' is goin' on (Colada em cartazes, no cinema, natural) I'ma challenge y'all to live it up like there's no tomorrow I don't wanna hear y'all coming up telling me your sorrows (E a vida em um filme e o fato e real) Put your guns down and to the PEACE you give birth As Gandhi said ya gotta be the change you want to see on Earth (E uma pagina inteira a obituário do Jornal) Essa e a solução final Esse e o desfecho dessa ficcao real (Put your guns down) 2X Curta metragem de uma vida social, imoral, ilegal. (É como um filme em cartaz e quem ficar pra trás...) It's always the same story: Everybody talks about the problems in the world, But what do you do to sort them out? (E quem ficar pra trás...) It's Lil' Dawg and Renato Barushi for the first time (E quem ficar pra trás...) To bring the peace-and-love message to the world. (E quem ficar pra trás...) It's in your hands to be changes you want to see in the world.
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop / R&B
Onde quero chegar...ah ia ia ia Quem sabe o fim de semana a gente pega a estrada E põe na mala pra qualquer lugar Qualquer lugar que não exista Quero perder esse asfalto de vista Eu quero um chão que não conheça, terra, pedra, areia Chão de areia que não seja essa poeira Poeira cinza de concreto Vou ao contrário do progresso É onde eu quero chegar e pra estrada depois retornar Levar comigo você e uma vela para adormecer Onde quero chegar...ah ia ia ia Eu quero mar com camarão, quero montanhas no verão E cachoeira sempre é bom Um churrasquinho na piscina Tomar um chopp na esquina Depois correr pra outro canto, o sol nascendo e se pondo E o violão acompanhando Criando uma viagem mística Infância adulta sem medida É onde eu quero chegar e pra estrada depois retornar Levar comigo você e uma vela para adormecer Onde quero chegar...ah ia ia ia
by Renato Barushi
Released 10 months ago
Rock / Indie / Pop
Só você pra fazer o meu dia mais feliz Só você, só te ver, não preciso nem ouvir Sua voz, ter você, meus momentos de prazer Ao te ver, meu querer, minha vontade é você Teu olhar, o seu beijo, me acorda de manhã Tudo em mim, tudo enfim, tudo que só digo sim Do contrario, me convence com seu jeito de sorrir Do contrario, eu me culpo, fico mal, melhoro em ti Te perder, não seria só o fim Do amor, mas de tudo que há em mim E te rever, te perder, te seduzir Dias longos, mas as noites não tem fim Olha lá, quem vem e me leva mais além Além do possa entender Além do que possamos ser Além do que se possa amar Além do que posso inventar Te perder, não seria só o fim Do amor, mas de tudo que há em mim E te rever, te perder, te seduzir Dias longos, mas as noites não tem fim
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 2 years ago
Rock, Indie
by Renato Barushi
Released 3 years ago
Rock, Indie
Voz: Renato Barushi Baixo: Paulo Maitá Guitarra: Magal Bateria: Flávio Monterrey Produção Musical e Mixagem: Paulo Maitá Composição: Renato Barushi